Uerj adia volta às aulas pela terceira vez

As aulas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) foram adiadas pela terceira vez. O retorno, que deveria acontecer na última segunda-feira, dia 30, foi transferido para o dia 6 de fevereiro. A sub-reitora da universidade, Tania Maria Carvalho declarou, em entrevista ao Bom Dia Rio, na última segunda-feira, que não descarta um novo adiamento, caso salários não sejam pagos.
Inicialmente, a previsão de retorno dos alunos era para o dia 16 de janeiro. A falta de verbas de manutenção e custeio da instituição, no entanto, não possibilita que a instituição tenha as condições plenas de funcionamento com higiene e segurança. “A irregularidade do pagamento dos salários a todos os servidores – ativos e inativos – amplia sobremaneira as condições indignas de trabalho e de sobrevivência”, informa uma nota oficial divulgada pela reitoria da Uerj, no último dia 16.
Em uma nova nota divulgada na última segunda-feira, dia 30, a reitoria afirma que a universidade necessita de R$90 milhões anuais para manter o seu funcionamento e que esse valor é usado para as despesas com vigilância, limpeza, funcionamento do restaurante universitário, combustível, insumos, dentre outros, designadas como despesas de manutenção.
“Mais uma vez adiamos por uma questão de sensibilidade de responsabilidade com aquilo que fazemos, com nosso ofício. Não foram repassadas as verbas de manutenção, então nós não temos como dar continuidade aos nossos trabalhos”, disse a sub-reitora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *